Goiás tem 20 casos confirmados de Covid-19, diz Ministério da Saúde

0
88

O Ministério da Saúde divulgou, na tarde deste sábado (21), uma atualização dos casos de novo coronavírus no Brasil. De acordo com o boletim, Goiás tem 20 casos confirmados. Em todo o País, o número de confirmações chega a 1.128 casos, com 18 mortes causadas pela doença (Covid-19).

O governo afirma que, a partir de agora, não serão mais apresentados os casos suspeitos dado que já há transmissão local no País. São Paulo concentra o maior número de óbitos, 15, e de casos suspeitos, 459. Na sexta-feira (20), de acordo com o ministério, eram 11 mortes no País. 

Wanderson Kleber de Oliveira, secretário de Vigilância em Saúde, falou sobre como se dá o quadro da doença no País. “A maioria absoluta dos casos está em cidades com mais de 500 mil habitantes. Em cidades menores, são sempre casos relacionados a viagens. Então, temos uma epidemia muito concentrada em grandes centros”, afirma.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, afirmou que o Ministério da Defesa deve atender às solicitações de reforço para montar hospitais de campanha e outros espaços voltados ao atendimento de pacientes. 

Gabbardo afirmou que, por enquanto, a taxa de letalidade global do novo coronavírus gira em torno de 3,4%, mas ainda é cedo para comparar esse dado à situação do Brasil pois, segundo ele, temos poucos casos registrados em território nacional até o momento.  Segundo ele, “estamos muito longe da curva [de evolução] da Coreia. Estamos um pouco acima da Alemanha e abaixo da Itália.” 

Gabbardo afirmou também que a produção dos remédios hidroxicloroquina e azitromicina pelas Forças Armadas, como anunciou mais cedo o presidente Jair Bolsonaro, já é feita no Brasil, tanto no laboratório das Forças Armadas quanto em instituições como a Fiocruz. 

Ele afirma que o presidente autorizou a ampliação de produção dos medicamentos para disponibilização a pacientes graves do coronavírus, reforçando que esse tipo de tratamento ainda é feito de forma experimental e a nova leva disponibilizada será para reforçar os testes.  

De acordo com o governo, na próxima semana, serão recebidos 5 milhões de testes rápidos. Com isso, serão realizados novos exames em casos não considerados graves. 

Veja a distribuição dos casos pelo País
REGIÃO NORTE:  26 casos confirmados – 2.3% do total do País

Acre: 9

Amazonas: 11

Amapá: 1

Pará:2

Rondônia: 1

Roraima: nenhum caso

Tocantins: 2 

REGIÃO NORDESTE: 168 – 14.8%  

Alagoas: 7

Bahia: 41 

Ceará: 68

Maranhão: 1 

Paraíba: 1 

Pernambuco: 30 

Piauí: 4 

Rio Grande do Norte: 6 

Sergipe: 10 

REGIÃO SUDESTE: 642 casos – 56.9% 

Espírito Santo: 26 

Minas Gerais: 38 

Rio de Janeiro: 119 (3 óbitos) 

São Paulo: 459 (15 óbitos) 

REGIÃO CENTRO-OESTE: 138 casos – 12.2%

Goiás: 20 

Mato Grosso do Sul: 16 

Mato Grosso: 2 

REGIÃO SUL: 154 casos – 13.7% 

Paraná: 43

Santa Catarina: 51 

Rio Grande do Sul: 60

O Popular

Deixe seu comentário